Subscribe
Youtube
orkut

Por: Mario Jonas Nicocelli

certo barqueiro pegou um advogado e uma professora pra atravessar o lago, no meio do caminho o advogado lhe pergunta: amigo você entende de leis? constrangido o barqueiro responde: -não, admirado o advogado retruca, é uma pena pois você perdeu metade da vida. Mais adiante a professora lhe pergunta: -amigo barqueiro, você sabe ler e escrever? constrangido ele responde: -não, ela exclama: -que pena perdeste metade de sua vida. logo adiante uma tempestade vira a embarcação, o barqueiro assustado pergunta: - vocês dois sabem nadar? sem forças eles respondem: - não! o barqueiro retruca: - que pena perderam a vida toda! logo não existe melhor ou pior saber e sim saberes diferentes.
Paulo freire

Somos  freqüentemente coagidos a dar a sociedade o que ela mesmo nos impõe, e me pergunto que tipo de democracia vivemos? Se é que podemos dizer que vivemos em um pais democrático, pensando que democracia é a ditadura da maioria qual seria a melhor escolha então? o desejo da maioria oprimindo a minoria, ou vice versa. A grande questão é então como viver bem comigo e com o outro sem oprimir, e sem ser oprimido? segundo o dicionário a palavra liberdade quer dizer: Direito de proceder conforme nos pareça, contanto que esse direito não vá contra o direito de outrem.
Ousaria  dizer que liberdade e democracia são antagônicos, se esbarram e se fundem fazendo assim com que não gozemos nem liberdade nem democracia simultaneamente, ora se viver livre é proceder da maneira que eu bem entender desde que não vá de contra ao direito de outrem, a democracia sempre irá em favor da maioria e  contra o direito da minoria, e esta tem que "perde" seu direito por ser minoria?
Pensando em todas essas indagações me faço tantas outras, mas as respostas nunca são o suficiente. O que nós queremos DEMOCRACIA OU LIBERDADE?
Em um pais que milhões morrem de fome todos os dias, centenas de milhares morrem de overdose, pessoas que vivem excluídas, a margem de nossa sociedade que aprendemos a ver e não enxergar, será mesmo que o mundo não tem as respostas para as perguntas, ou as tem e não quer apresenta-las?
Acho vergonhoso ser conivente com um sistema que vive das mazelas do seu povo, um governo que se alimenta da pobreza, da miséria, do tráfico para se legitimar, um mundo que usa das doenças para produzir remédios paleativos ao invés de sarar logo as feridas.
CREIO QUE TEMOS SABERES DIFERENTES O SUFICIENTE PRA RESOLVERMOS MUITAS COISAS... MAS O MUNDO MISERÁVEL E GANANCIOSO VIVE DAS MISÉRIAS E MOVIDOS POR SUAS GANÂNCIAS...

5 comentários:

seco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
seco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
seco disse...

Maário... achei o texto muito interessante... de fato, enquanto a democracia decide pelo direito de "todos" o que fazer com o direito do miserável... do faminto... dos invisíveis? crianças abandonadas... afinal, quem são estes todos da democrática democracia?

Thiago Nardoto

Freitas disse...

O foda da sociedade é viver em sociedade. Não existe liberdade absoluta. Temos que escolher entre nós e a sociedade. Somos reprimidos e forçados a fazer o melhor para a sociedade e não para a gente. Nossas atitudes não dependem e não influem em nós mesmos apenas. Viver em conjunto faz com que não possamos ser livres. O único jeito de ter liberdade e sermos completamente egoístas e fazer tudo por nós mesmos. Ou agimos conforme os padrões éticos e morais para poder viver sem liberdade mas de maneira equilibrada...

Maise disse...

De fato é uma realidade dura!!porem nesse absolutismo em que vivemos,nessa mascara que nunca se cai,fico com Vargas,lutando 24 horas ,365 dias!pois acredito que posso doar meu conhecimento ,meu tempo,um máximo de mim!em prol de outrem,com isso tenho sido canal e no meu quarteirão já vejo uma transformação!!o brasileiro tem dentro de sí ,garra!!

Postar um comentário